jusbrasil.com.br
18 de Agosto de 2019
    Adicione tópicos

    Téo Menezes critica declarações do Detran sobre radares móveis

    Na sessão desta quarta-feira (17/08) da Assembleia Legislativa, o presidente da Comissão de Viação e Transporte, Desenvolvimento Urbano e Interior, deputado Téo Menezes (PSDB), criticou as declarações do chefe de gabinete do Detran, Júlio Cavalcante, sobre os radares móveis implantados em três rodovias de Fortaleza.

    Cavalcante disse em matéria publicada no jornal O Povo de hoje que “não pode indicar em que ponto específico está o radar”. Os fotossensores estão instalados no decorrer das rodovias CE-025 (avenida Maestro Lisboa), na CE-040 (avenida Washington Soares) e CE-501 (avenida Senador Carlos Jereissati).

    “Perante a Lei de Trânsito Nacional tem que ter um aviso”, observou Téo Menezes, acrescentando que, ao não informar, o Detran-CE está descumprindo a lei. O parlamentar pediu, ainda, que o superintendente do órgão, João Puppo, realize mais campanhas de orientação da sociedade e dos próprios agentes de trânsito. “Eduquem, informem a sociedade de como se deve conduzir um veículo no nosso Estado. Não é arrancando dinheiro do cidadão que ele vai orientar e educar com seriedade a sociedade. Pode ter um pouco de inibição, mas não vai acabar com a violência no trânsito”, pontuou.

    Em aparte, o líder do Governo na Casa, deputado Nelson Martins (PT), informou que, conforme a legislação, no caso do radar fixo deve ter um aviso de onde ele está localizado. No entanto, no caso de um radar móvel, exige-se que a via seja sinalizada com a velocidade permitida e um aviso de que é fiscalizada por radar.

    RW/LF

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)